João Moutinho do F. C. Porto - Quando aprendemos matemática é para...
Clube SPM Entrevista...João Moutinho
Publicado a 31 de Outubro de 2012

Joao Moutinho do F. C. Porto e Internacional Português no Clube SPM  
---- Sociedade Portuguesa de Matemática fundada em 1940 ----  
Matemática - Clube SPM

 

O convidado de novembro do clube spm é o jogador do F. C. Porto e internacional português João Moutinho, um dos melhores jogadores da atualidade do futebol europeu. Este é o "lançamento" de uma entrevista sem “faltas” de interesse, com “fintas” entre a infância; a escola e as aulas de matemática , com “passes” precisos pelo F. C. Porto e a Seleção Nacional e alguns “remates” certeiros entre o futebol e a matemática.  
O futebol é uma "área" onde João Moutinho "domina" os problemas deixando os adversários feitos num 8 com trabalho, humildade e espirito de equipa. O matemático francês René Descartes dizia que "não existem métodos fáceis para resolver problemas difíceis". 
Este é o “esquema táctico” do clube spm para a conversa com o valioso médio do bi-campeão nacional pelo F. C. Porto.  
Fica o “resultado” da entrevista...


Nasceu em Portimão. Quer nos contar como foi a sua infância? 
Foi uma infância normal. Sempre gostei de futebol. Por outro lado, os meus pais sempre deram uma grande importância à escola, de forma a que eu não descurasse os estudos. Foi uma infância feliz passada a estudar e a fazer desporto. O desporto é uma atividade que considero muito importante para todos os jovens. Sempre tentei conciliar as duas coisas, mas sempre tive muito presente que estudar era a prioridade na altura. 
Como era o João com 10 anos de idade na escola? Em que “liga" é que jogava na matemática? 
Em que liga eu jogava, não sei... 
Mas gostava de matemática? 
Eu gostava de matemática. Não que tivesse grandes notas. Era uma disciplina interessante. Tínhamos de fazer muitos cálculos, que nos ajudavam muito a raciocinar e a pensar. Com essa idade queremos divertir-nos, acredito que era essa a minha vontade nessa altura. Mas sempre que estava nas aulas, neste caso nas de matemática, tentava estar com atenção para tudo correr bem. 
Era mais fácil dominar a bola de futebol ou a tabuada? 
Nesse caso, mesmo gostando de matemática era mais fácil dominar a bola de futebol. 


 


Mas sabia a tabuada? 
Sabia a tabuada. Nunca fui repreendido por não saber a tabuada. 
Gostava que a sua filha Lara gostasse de matemática? 
Claro. É sempre bom. Quando aprendemos matemática é para a vida inteira. Temos de fazer muitos cálculos, aprendemos a base da matemática, desde a nossa infância. Espero que minha filha seja boa aluna e consiga aprender bem matemática. 
Desde quando e como surgiu a paixão pelo futebol? 
A paixão pelo futebol surgiu desde muito pequeno. O meu pai jogava futebol e os meus irmãos mais velhos também. Foi um passo natural querer brincar e jogar à bola com eles. Foi a partir daí que, conforme ia crescendo, mais gostava de jogar. Mais tarde, comecei a jogar em clubes. 
“João Moutinho é um jogador à Porto” porque... 
Essa é uma expressão utilizada pelo nosso presidente (Jorge Nuno Pinto da Costa) num determinado momento. Considero-me um jogador à Porto, como todos os meus colegas, uma vez que dentro do campo damos tudo. Temos raça, caráter, ambição. Essa ambição que transmitimos dentro do campo, é uma ambição que o F. C. Porto transporta desde sempre, desde a sua formação. 
O número da sua camisola no Porto é o 8. Porquê? 
Sempre gostei do número. Durante a minha infância havia jogadores que eu gostava que jogavam com o número 8. Então, para mim é o número ideal. Sempre gostei. Tive a oportunidade de fazer essa escolha no Porto. Escolhi o 8. 
Há um ditado popular “estou feito num 8”.  Alguma vez no final de um treino ou de um jogo fez essa afirmação? 
Não, nunca fiz essa afirmação. Na pré-época ficamos cansados, o que é normal, mas não ficamos feitos num 8. Temos de nos preparar bem para a época. 
Um jogo de futebol tal como uma aula de matemática tem 90 minutos. O que acha desta semelhança? 
Na altura em que estudava acho que as aulas não tinham 90 minutos. Acho que se tem de se estar com muita atenção na aula de matemática e no jogo de futebol. As duas situações são parecidas. Tem de se ter muita concentração a todo o momento para não se perder nada. Nesse aspeto ambas as situações igualam-se. Se a disciplina de matemática atualmente tem 90 minutos sem ter um intervalo se calhar é mais difícil que um jogo de futebol. 
Estar no campeonato do mundo no Brasil pela seleção nacional é um objetivo importante na sua carreira? 
Claro que sim. É um objetivo de qualquer jogador estar presente num campeonato do mundo pela seleção nacional. Ainda não estive. Quero muito estar. Estamos numa situação que o podemos alcançar. É com esse intuito que estamos a trabalhar. Vamos esforçar-nos para atingir a qualificação para o campeonato do mundo no Brasil. 
Na matemática um triângulo é uma figura geométrica com três lados. No futebol triangulação é... 
É uma jogada onde intervêm 3 jogadores. Onde está definido um triângulo. No meio campo, onde jogo, pode existir por exemplo um triângulo invertido, 2+1 ou 1+2. É uma peça fundamental que usámos no jogo de futebol. Triângulo do meio campo ou as triangulações são movimentações que os jogadores fazem entre si. 
A bola de futebol é um sólido geométrico que em matemática se chama... 
Esfera. 
Para um matemático 4x3x3 são 36. Para si é uma... 
Para mim é uma tática de futebol. Existe o 4x3x3 como 4x4x2. 
Tem preferência pelo sistema tático ou o que interessa é jogar? 
O mais importante é jogar. Jogar e ganhar. 
José Saramago disse que “o que as vitórias têm de mau é que não são definitivas. O que as derrotas têm de bom é que também não são definitivas. Quer comentar? 
É pura verdade. Podemos ganhar 10 jogos, mas sabemos que um dia podemos perder. Sabemos que existem outras equipas com qualidade que também procuram ganhar. O que é normal, é que, mais dia menos dia, poderemos ter um jogo menos bom, obtendo um resultado menos positivo. As derrotas são a mesma coisa. Podemos estar numa situação muito má, mas com certeza poderemos dar a volta. É como diz o José Saramago, as vitórias não são para sempre como as derrotas também não. Acho que fica tudo dito nessa frase.

Por Carlos Marinho - Coordenador do Clube SPM 

 


 

Notícia Editada a 23 de outubro de 2012
Joao Moutinho do F. C. Porto - Entrevistado do Clube SPM dia 1 de Novembro
Matemática - Clube SPM

João Moutinho e o Clube SPM e os livros de Matemática...


  

  

O convidado de novembro do clube spm é o jogador do F. C. Porto João Moutinho. Uma entrevista sem “faltas” de interesse com “fintas” entre a infância, a escola e as aulas de matemática , com “passes” precisos pelo F. C. Porto e a Seleção Nacional e alguns “remates” certeiros entre o futebol e a matemática.  
   
Este é o “esquema táctico” do clube spm para a conversa com o valioso médio do campeão nacional de futebol.  
No dia 1, do mês 11 de 2012, veremos o “resultado”.